Sejam bem vindos ao nosso Clube!

Por Dimas Marques

Em teoria, o disco de vinil acabou, no Brasil, em 1996. De fato, eles deixaram de ser fabricados e comercializados naquele fatídico ano. Porém, alguns anos antes lá estavam eles sendo jogados no lixo ou mesmo entregues às moscas, traças, poeira e mofo nos sebos, enquanto seus donos deleitavam-se com os cd’s. Azar o deles, sorte de quem nunca abandonou o formato e dos novatos na onda dos sulcos. Apesar do fim comercial, o vinil sempre esteve vivo nos aparelhos de muitos brasileiros nesses 19 anos, tanto que hoje, voltamos a ter fábrica, selos especializados e novas prensagens, de bandas novas e/ou reedições de clássicos.

Naquela época você poderia encontrar qualquer disco por preços mínimos, como 50 centavos, um ou dois reais – e olhe que esses valores rendiam muito na mão de um sujeito. Com o tempo, eles foram valorizando, mas a passos lentos. Até cinco anos atrás você ainda poderia encontrar discos relativamente raros por 50 ou 60 reais. Porém, com a onda crescente de entusiastas do vinil, e, a consequente demanda, os preços acabaram subindo de uma forma assustadora, assim como a procura por eles. Mas isso não amedrontou àqueles que desejam adentrar no maravilhoso mundo das rotações, empenos e capas rasgadas (calma, não é assim…).

Em Alagoas, o vinil continuou presente nos ouvidos de algumas pessoas, número que foi crescendo com o passar do tempo. Esse que vos escreve é um dos que pegaram o bonde do vinil, isso há dez anos, fazendo amizades com pessoas que nunca abandonaram suas coleções, ou que foram se apaixonando após 96. Essa galera sempre manteve contatos, encontros, audições e troca de informações musicais, mas faltava uma organização para manter essa paixão mais presente e unida. Foi com esse desejo que, em 2010 o Clube do Vinil de Alagoas teve seu início, como uma forma de confraternização entre os amantes dos famosos bolachões. Com o tempo, o Clube acabou se expandindo para o mundo das discotecagens, levando o som do vinil para os ouvidos de todos.

E agora, como mais uma forma de expansão de ideias e gostos, levamos o Clube do Vinil de Alagoas para o mundo virtual dos www’s. Aqui poderemos escrever sobre vinil, música, artistas, movimentos, gostos, coleções e o c***** a quatro. Pois bem, meus amigos, sejam bem-vindos ao blog, visitem, olhem, leiam, comentem, debatam. Saibam que Alagoas possui um maravilhoso movimento discófilo e que você pode fazer parte dele.

14 respostas para Sejam bem vindos ao nosso Clube!

  1. Alexandre K disse:

    De fato, a chegada do CD foi uma época especialmente feliz para os que preservaram seus discos. Oportunidade única de ter raridades a preço ínfimo. Se possível postem algo sobre os lugares de Alagoas onde é possível encontrar discos.
    Grande abraço.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Obrigado pelo seu comentário, Alexandre! Em breve postaremos um roteiro de lojas que temos em Alagoas. Fique ligado! Abraço!

    Curtir

  3. José Ferreira disse:

    Há muito tempo procuro a pista de uma música linda, dos meus tempos de infância, que fala de uma cigana vista em uma noite de luar. Diz a letra no início, mais ou menos assim: “Foi numa noite de luar que eu conhecí… uma cigana de olhar encantador… foi a mais linda das mulheres que já ví… fitei seus olhos e fiquei doido de amor…” E por aí vai a linda poesia. Não sei o nome da música, tão pouco quem gravou. Alguém tem este vinil? Deve ser 78 rpm.
    Alguma informação, agradeço o contato: jferreirasilva@uol.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  4. Edmilson Vasconcelos disse:

    Por este link o José Ferreira vai matar a saudade da música A Cigana.

    https://m.youtube.com/channel/UC_yZ0bvYNaH-FMQrDdwknng

    Curtir

  5. Rita Oliveira disse:

    gostaria de comprar um toca disco! onde posso encontrar?

    Curtir

  6. José Mauricio disse:

    Como é o Clube? Tem sede própria? Tem encontros periódicos?

    Curtir

  7. Claudemario gomes disse:

    Que bom…. sou fascinado pelo vinil… tenho uns…. e duplicatas se alguém se enteressar….

    Curtido por 1 pessoa

  8. Jacqueline disse:

    Bom dia!! Gostaria de informações de como comprar plásticos internos e externos p/vinil, de preferência aqui no estado mesmo, será que vcs podem me ajudar? E tb tenho um grande acervo internacional pra vender.

    Curtir

    • Olá, Jacqueline, infelizmente aqui em Maceió parece não haver lojas desse tipo, porém, o Kinkas, da loja O Vinil, falou de um lugar perto do G Barbosa Serraria que vende plásticos que podem ser usados para os discos.
      Mandei uma mensagem no facebook pra saber sobre esses discos que tem pra vender.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s